Notícias


Publicado em:
21
9/2018

Presente mais barato é opção para Dia das Crianças

Previsão de avanço na casa dos 3% nas vendas para a data deste ano se apoia em maior volume de brinquedos e lembrancinhas de até R$ 100.



Metatags: Dia das Crianças, Varejo, Presente, FCDLESP.

Com a proximidade do Dia das Crianças, lojistas montam estratégias para fisgar o consumidor. A tendência é que as gôndolas para a data fiquem recheadas de produtos de menor valor, de acordo com um levantamento realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo (FCDLESP)
Segundo o estudo, 28,6% dos varejistas acreditam em um aumento significativo de 5% para as vendas do Dia das Crianças. A entidade estima que, no geral, o varejo deve obter incremento de 3% neste ano.

“O momento econômico do País e as campanhas eleitorais deixam o consumidor um pouco apreensivo, mas isso não significa que a data passará em branco. Pode ser um ano para presentes mais simples, considerando que o fim de ano ainda tem Black Friday e Natal”, argumentou o presidente da entidade responsável, Mauricio Stainoff.

Ainda de acordo com o levantamento, 42,9% dos varejistas acreditam que os consumidores devem gastar em média o valor entre R$ 60,00 e R$ 100,00. Os setores com mais destaque podem ser o de vestuário, alimentação, brinquedos e aumento de movimento em parques e shoppings.

Nesse sentido, o fundador da consultoria em varejo Inteligência 360, Olegário Araújo, afirmou que esse Dia das Crianças deve ser uma data com maior presença das “lembrancinhas”.

Fonte: Primeira Página, com matéria do jornal DCI


Últimas notícias

Serasa Experian alerta que 40% dos sites brasileiros não estão seguros

Criminosos aproveitam a data para roubar dados e realizar fraudes. Serasa lista dicas para os lojistas estarem atentos ao assunto.
Leia Mais

Ri Happy inaugura loja conceito em Ribeirão Preto

A ideia é fazer o próprio público divulgar a marca com fotos nas redes sociais.
Leia Mais

Consumidores recorrem a avaliações on-line para tomar decisões de compra

Coordenador de digital business da FGV afirma que comentários em ambientes digitais são a segunda fonte mais confiável de informações sobre produtos.
Leia Mais