Press
Releases

Press
Releases

Mais um dia cheio de atrações na ABRIN 2020!

A ABRIN 2020 continua conectando o universo de quem fabrica, vende e trabalha com o brinquedo. E lá se foi mais um dia cheio de atrações!

Veja alguns destaques, opinião dos lojistas e o conteúdo que levou ainda mais conhecimento para os visitantes. As fotos estão AQUI.

E não esqueça: até o dia 11, estamos aqui no Center Norte!

Noite de festa!

O primeiro dia da ABRIN 2020 foi encerrado em clima de festa, com um coquetel de confraternização para as marcas expositoras. Em meio a boa música, networking e comemoração pelo ótimo movimento de visitantes, o presidente da ABRINQ (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos), Synésio Costa, ressaltou:

Podemos comemorar porque essa edição da ABRIN está completa e o sucesso pôde ser visto desde a abertura. Isso significa que a indústria nacional está se empenhando cada vez mais, dando segurança ao lojista, para que negocie com os fabricantes locais.

Visita oficial

Ainda no primeiro dia, na parte da tarde, o Secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Alexandre Jorge Da Costa, esteve com conselheiros da ABRINQ e ouviu sobre demandas do setor em relação a medidas do governo para combate a problemas como pirataria e redução do Custo Brasil, calculado em 2019 pela Secretaria em R$ 1,5 trilhão.

Fala, lojista!

Casal de Brusque (SC), Alisson Luiz Maçaneiro e Nathalia, donos da Tem Tanta Coisa Variedades e Presentes, esteve no segundo dia da ABRIN 2020 para comprar.

O primeiro dia foi para ver tudo, disse Alisson, com jeitão de quem veio atrás de preço e qualidade, além dos produtos que podem virar febre, como slime. A gente gosta de comprar como se fosse para nós, ressalta Nathalia.

Rodadas de Negócios

Comprar na ABRIN é muito bom, ainda mais quando o lojista recebe um atendimento personalizado. É o que acontece nas Rodadas de Negócios, um conjunto de reuniões pré-agendadas entre expositores que se inscreveram e compradores convidados que procuram os produtos oferecidos pelas marcas.

O André Franco, da Epic Game (São Paulo/SP), gostou do formato das Rodadas, pois acha que, assim, as marcas conseguem alinhar melhor seus produtos ao perfil da loja. É muito válido! Conversei com um expositor que, provavelmente, não teria me chamado a atenção no pavilhão, mas aqui conseguimos chegar a uma solução personalizada e provavelmente fecharemos negócio.

Lá de Goiânia (GO), o Leonardo Carvalho, da Paladins Game Store, participou de quatro reuniões, sendo que duas delas foram com marcas com que ele ainda não trabalha – ou melhor, não trabalhava, porque agora a chance de fechar negócios com a empresa é quase certa.

Eu trabalhei com quebra-cabeças durante um tempo e não deu certo. Aqui nas Rodadas, o fabricante me mostrou uma nova abordagem para o produto, mais afinada com o público geek da loja.

Pela primeira vez na ABRIN – e nas Rodadas – os sócios Gabriel Fernandes de Carvalho e Tayná Anjos, da Joaninha Presentes (Ribeirão Pires/SP) – aprovaram as reuniões.

É um atendimento diferenciado em que a gente tem uma visão global do fornecedor e ele comunica melhor o produto pra gente, explica Gabriel. A Joaninha é especializada em presentes, e os sócios querem incluir brinquedos em seu mix.

A partir destas reuniões, já combinamos com uma marca para nos encaminhar algumas amostras para testes e o orçamento, conta Tayná.

ABRIN TALKS

Em mais um dia de muito conteúdo, o ABRIN TALKS deu atenção ao licenciamento de marcas e personagens, uma das principais alavancas de sucesso dos brinquedos. Confira como foi:

Basquete!

Quem não conhece a NBA, principal liga de basquete dos Estados Unidos – e do mundo? Licenciar a marca NBA foi uma jogada de mestre, segundo Roger Ahlgrimm, diretor de licenciamento e varejo da NBA Brasil. A marca está presente em vários continentes, com transmissão em 215 países e 47 línguas.

Reforçar a presença da liga como marca, esse é o foco, já que o cliente é também um fã do esporte, com destaque para o lifestyle, que usa os produtos da liga no dia a dia, diz o diretor.

Sacada

Para Rafael Pedreira, diretor da Licencie – Conectando Marcas e Produtos, a grande sacada quando o lojista passa a investi em marcas licenciadas é que elas respondem as principais questões de mercado:

  • Quer vender marcas já conhecidas e estabelecidas na sua loja?
  • Precisa diversificar os produtos da sua prateleira?
  • Quer vender produtos com maior valor agregado?
  • Gostaria que seus vendedores já conhecessem os produtos e marcas a serem vendidas?
  • Tem interesse em vender marcas que já estão em alta na mídia e nas redes sociais?
  • Quer saber qual a próxima marca a bombar?

Universos narrativos e transmidiáticos

Para quem não sabe, o storytelling – ou narrativa – é sim uma ferramenta de negócios. JC Rodrigues, diretor da Neuromotion – Marketing, Ciência e Tecnologia, lembrou que todo produto depende de um universo muito bem criado. Não importa o que aconteça, esse universo manterá o produto em alta.

Luccas “Fenômeno” Neto

O sucesso não vem do nada! Germano Giorgio Brandino, diretor de Marketing da Novabrink, garante que nada foi feito às cegas no licenciamento do Luccas Neto. Para o desenvolvimento da marca do influenciador, que deu origem a uma avalanche de produtos licenciados, houve uma séria análise de tendência, ou seja, foi avaliado que o personagem tem capacidade de sustentação.

Por sinal, essa é a dica de Germano para quem quer investir em licenciamento:

Deve-se procurar por uma marca que se sustente, que tenha capacidade de manter seu negócio em constante crescimento. A criança não quer mais a propaganda convencional, com um simples merchandising. Ela se atenta àquela divulgação na dramaturgia, no lúdico, no autêntico.

Gestão
Para encerrar o dia, um pouquinho de gestão. Quer saber um segredo: o principal tópico para uma gestão excelente é converter tempo em vendas. De que modo?

Ricardo Marques, gestor comercial da ACSN, explica que quanto mais tempo o cliente passar na loja, maior a sua chance de comprar. E ensina uma tática para ampliar o tempo de permanência de uma criança numa loja é colocar músicas infantis:

Esse é um conceito especialmente interessante quando estamos tratando de criança, já que é preciso desenvolver um trabalho maior de atração com elas, que se dispersam com mais facilidade e em pouco tempo. Se elas gostam de música, a chance de permanecerem no local é de 35% por um período mais longo.

ABRIN 2020 – Feira Internacional de Brinquedos, que vai até o dia 11 de março, no Expo Center Norte, é terceira maior feira do setor no mundo e a maior na América Latina. Ela conecta expositores, compradores e visitantes profissionais em torno de 1.500 lançamentos da indústria de brinquedos.

A feira movimenta os negócios de um setor que mantém crescimento constante há mais de uma década. São 140 fabricantes nacionais de brinquedos distribuídos em 30 mil m(área 22% maior que a edição do ano passado). 

SERVIÇO:

ABRIN 2020 – 37ª FEIRA INTERNACIONAL DE BRINQUEDOS
Data: 8 a 11 de março – abertura no domingo
Horário: 10h às 20h
Local: Expo Center Norte – São Paulo
Promoção/Realização: ABRINQ – Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos
Organização/Negócios: Francal Feiras
Informações pelo telefone: (11) 2226-3100 
Site: www.abrin.com.br / Facebook: FeiraAbrin / Instagram: @FeiraAbrin / Youtube: Feira Abrin

FEIRA DE NEGÓCIOS, RESTRITA A PROFISSIONAIS DO SETOR.
PROIBIDA A ENTRADA DE MENORES DE 12 ANOS, MESMO QUE ACOMPANHADOS PELOS RESPONSÁVEIS

Informações para imprensa:
Primeira Página | Assessoria de Comunicação e Eventos.
www.ppagina.com
Telefone: (11) 5908-8210
Rua Loefgreen, 579 | Vila Mariana | 04040.030 | SP/SP
Jota Silvestre
redacao.jota@ppagina.com
(11) 99353-6639
Jornalista Responsável: Luiz Carlos Franco
ppagina@ppagina.com
09/março/2020

Outros releases