Varejo

Setor de serviços paulista cria 12.890 postos de trabalho formais

Setor de serviços paulista cria 12.890 postos de trabalho formais

De acordo com levantamento da FecomercioSP, o grupo encerrou novembro com um estoque ativo de 7.472.775 empregos celetistas, melhor patamar para o mês desde novembro de 2015.

 

O setor de serviços no Estado de São Paulo voltou a gerar vagas com carteira assinada pelo quinto mês consecutivo. Em novembro, foram criados 12.897 empregos formais, resultado de 172.539 admissões contra 159.642 desligamentos.

Assim, o setor encerrou o mês com um estoque ativo de 7.472.775 postos de trabalho. Nos 11 meses do ano, o saldo ficou positivo em 171.341 vínculos celetistas. Na soma dos últimos 12 meses, 114.330 postos de trabalho foram abertos. O resultado apurado em novembro foi o melhor para o mês desde 2012.

Os dados compõem a Pesquisa de Emprego no Setor de Serviços do Estado de São Paulo (PESP Serviços), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) com base nos dados do Ministério do Trabalho, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e do impacto do seu resultado no estoque estabelecido de trabalhadores no Estado de São Paulo, calculado com base na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, o saldo positivo de novembro, além de mostrar solidez na constância de mais admissões que desligamentos, foi inflado por uma sazonalidade positiva das festas de fim do ano. A entidade destaca que, nos últimos 12 meses, o desempenho ficou acima do esperado. A expectativa era de que o grupo de serviços paulistas tivesse uma geração de quase 90 mil novas vagas em 2018. Já se espera que ultrapasse os 100 mil postos de trabalho criados no ano.

 

Leia também: Aumenta a previsão de crescimento da economia em 2019

 

Fonte: Primeira Página com informações da FecomercioSP.

Pesquisas Francal

O que você prioriza na hora de fazer uma compra?

Redes Sociais