Varejo

Vagas temporárias podem crescer 7% até o fim do ano

Setor de vestuário tende a contratar mais até o Natal e Black Friday pode ajudar nas oportunidades

 

Com a chegada do fim do ano, o número de vagas temporárias deve crescer 7%, principalmente para as duas principais datas deste período: Black Friday e o Natal. Os dados são da pesquisa realizada pela FCDLESP (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo).

De acordo com a entidade, os setores que mais devem contratar são vestuário, como loja de roupas, sapatos e acessórios, além de eletrônicos, restaurantes e cosméticos.

“Até o final do ano está prevista a abertura de 40 mil vagas temporárias a mais em relação a 2018 em todo o Brasil, segundo levantamento da CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas), visto que o intuito do lojista é fazer a contratação de 4 a cada 10 colaboradores temporários”, explica o presidente da FCDLESP, Maurício Stainoff.

“Outro ponto favorável é o saque do FGTS, que pode gerar um aumento nas vendas, uma vez que esse dinheiro extra pode ser considerado um valor a mais na conta do consumidor”, completa.

A pesquisa foi realizada com a participação das principais CDLs do Estado de São Paulo, que enviaram dados locais, como o número médio de vagas que podem ser abertas, qual data tem mais representatividade quanto as contratações, o setor que mais tende a empregar e o possível motivo pela busca de vagas temporárias.

 

Fonte: Primeira Página

 

Redes Sociais